Home NOTÍCIAS Saipem assina acordo com a BW Energy para venda FPSO Cidade de Vitória por US$ 73 milhões

Saipem assina acordo com a BW Energy para venda FPSO Cidade de Vitória por US$ 73 milhões

A Saipem e a BW Energy assinaram um Memorando de Acordo (“MoA”) para a venda do FPSO Cidade de Vitória, atualmente de propriedade da Saipem e operado para a Petrobras no campo de Golfinho offshore no Brasil.

by Valdemar Medeiros
Saipem assina acordo com a BW Energy para venda FPSO Cidade de Vitória por US$ 73 milhões

A empresa de petróleo e gás BW Energy concordou em comprar o FPSO Cidade de Vitória da Saipem por US$ 73 milhões em dinheiro. A embarcação é atualmente de propriedade da Saipem e operada para a Petrobras. A venda e compra do FPSO está sujeita ao fechamento da aquisição pela BW Energy da participação operacional de 100% no campo de Golfinho da Petrobras prevista para ocorrer no primeiro trimestre de 2023. O FPSO Cidade de Vitória está sob arrendamento e contrato de operação com a Petrobras desde 2005.

Sobre as negociações

“A transação acelerará a construção de uma organização operacional local pela BW Energy no Brasil e aumentará o envolvimento das partes interessadas antes do desenvolvimento da Maromba”, disse a BW Energy.

O FPSO Cidade de Vitória tem capacidade de armazenamento de 1,6 milhão de barris. A unidade pode produzir mais de 100 mil barris por dia de petróleo e tem capacidade adicional para produção e compressão de gás.

Posicionamento estratégico

“O FPSO Cidade de Vitória posiciona a BW Energy para aumentar eficientemente a produção do cluster Golfinho com ampla capacidade de manuseio de petróleo e gás para acomodar o upside de desenvolvimentos futuros planejados. A aquisição do FPSO permitirá que a BW Energy reduza todo o OPEX do campo ” disse a empresa.

A BW Energy pagará à Saipem USD 73 milhões em contraprestação fixa pelo FPSO, dos quais USD 25 milhões são devidos no fechamento, USD 13 milhões devidos na aquisição do FPSO e USD 35 milhões pagos em 18 parcelas mensais após a aquisição.

Considerando os termos da transação do campo de Golfinho, o atual contrato de arrendamento e operação entre a Saipem e a Petrobras – que expiraria em fevereiro de 2023 – foi prorrogado até a aquisição do FPSO, ou junho de 2024, o que ocorrer primeiro. Para lembrar, a Petrobras concordou na semana passada em vender toda a sua participação nos campos de petróleo em águas profundas de Golfinho e Camarupim por até US$ 75 milhões para a BW Energy.

Localizado na costa do estado do Espírito Santo, no sudeste do Brasil, Golfinho produziu 8.600 barris de petróleo e 90.000 metros cúbicos de gás por dia em média este ano, informou a Reuters.

Sobre a Saipem

Saipem é uma plataforma tecnológica e de engenharia avançada para o projeto, construção e operação de infraestruturas e plantas complexas seguras e sustentáveis.

A Saipem sempre esteve orientada para a inovação tecnológica e está atualmente empenhada, juntamente com os seus clientes, na linha da frente da transição energética com ferramentas, tecnologias e processos cada vez mais digitalizados que foram concebidos desde o início com a sustentabilidade ambiental em mente. Está listada na bolsa de valores de Milão e opera em 70 países ao redor do mundo com 32 mil funcionários de 130 nacionalidades diferentes.

 

Sobre a BW Energia

A BW Energy é uma empresa de E&P em crescimento com uma estratégia diferenciada visando reservatórios de petróleo e gás offshore comprovados por meio de desenvolvimentos faseados de baixo risco.

A Companhia tem acesso a FPSOs existentes para reduzir o tempo para o primeiro óleo e fluxo de caixa com investimentos menores do que os desenvolvimentos offshore tradicionais.

Os principais ativos são 73,5% da produção de Dussafu Marine Permit offshore no Gabão e uma participação de 95% no campo de Maromba no Brasil, ambos operados pela Companhia. As reservas líquidas totais 2P+2C eram de 240 milhões de barris no início de 2022.

Veja também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais