Home NOTÍCIAS Nova base de apoio offshore da Petrobras vai gerar mais de 200 vagas offshore em Macaé

Nova base de apoio offshore da Petrobras vai gerar mais de 200 vagas offshore em Macaé

A Petrobras está investindo R$ 24 milhões em sua nova base de apoio offshore em Macaé e a estimativa de retorno é quase o dobro do montante inicial. Além disso, centenas de vagas offshore serão geradas

by Valdemar Medeiros
Nova base de apoio offshore da Petrobras vai gerar mais de 200 vagas offshore em Macaé

A Petrobras está expandindo ainda mais seus negócios e nesta terça-feira (28) foi inaugurada uma Base de Apoio Offshore em Macaé, no Porto de Imbetiba. Com a retomada das atividades após a pandemia, a empresa está realizando um investimento de R$ 24 milhões para operação nos próximos meses, em atividades ligadas ao pré-sal e à retroárea que já possui sua ocupação em mais de 90%. O empreendimento da empresa em Macaé visa gerar diversas vagas offshore, impulsionando a economia da região.

Mais de 244 vagas offshore serão abertas em Macaé

Nova base de apoio offshore da Petrobras vai gerar mais de 200 vagas offshore em Macaé

Fotos: Petrobras / Tiago Ferreira – Assessoria CMM

O evento de inauguração da base de apoio offshore da Petrobras foi realizado com a presença de Joelson Falcão Mendes, Diretor Executivo de Relações Institucionais e Sustentabilidade, e do gerente executivo de Logística de E&P, Daniel Gago. Também estiveram presentes Nilton César, presidente da Câmara de Vereadores de Macaé, e Welberth Rezende, prefeito da cidade. Essa nova base de apoio e os investimentos da Petrobras visam gerar um grande avanço no desenvolvimento econômico da região, com a geração de mais de 244 vagas offshore diretas, além de várias outras indiretas.

As vagas de emprego estarão diretamente ligadas à operação de veículos, de organização e de equipamentos da nova base de apoio offshore. Estas iniciativas aquecem o mercado de Macaé após a retomada das atividades no período pós-pandêmico e estimulam a expansão da cidade em geral.

R$ 44 milhões de retorno ao ano através do ISS

É importante ressaltar que a nova base da Petrobras, além da geração de vagas offshore, vai fomentar atividades de outras empresas em Macaé e impulsionar a arrecadação de impostos, sendo assim, o retorno esperado é de R$ 44 milhões ao ano através de recolhimento em Imposto sobre serviços (ISS), isto é, a remodelação do porto de Imbetiba modernizará o trabalho ainda trará retorno à União, através do recolhimento de impostos de empresas que tendem a atuar com mais presença e consolidação nas proximidades.

Com o uso de tecnologias, a Petrobras remodelará o esquema de atracações de navios no Porto do Imbetiba, além de renovar toda a infraestrutura para agilizar o tempo de espera no local.

Em 2019, a região do porto recebeu todos os projetos de ancoragem de plataformas da Petrobras e agora avançará ainda mais para a viabilidade do projeto.

Retroárea expandirá de 16 para 24 mil metros quadrados

O porto possuía antes capacidade de 115 contratações mensais e agora a projeção é que esse número suba para 150, com menor tempo de espera. Para isso, a região contará com 3 guindastes de grande porte, sendo um capaz de movimentar até 120 toneladas em um espaço de 25 metros e outros dois com capacidade de 30 toneladas em até 35 metros.

Além disso, também será utilizado um novo modelo de rebocador, o AHTS 21000, navio de alta potência para que a demanda seja atendida de forma mais rápida.

Isso será possível graças à Unidades de Produção (FPSO), além da ancoragem de sondas de perfuração de grandes dimensões por meio de equipamentos modernos. Além disso, a retroárea será ampliada de 16 para 24 mil metros quadrados, o que será essencial para acomodar estruturas de maior porte e sua montagem, que não seria viável por transporte rodoviário. Atualmente, o tempo de espera de alguns navios é de 12 horas, à mercê das condições climáticas e atraso nas atracações.

Veja também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais