Home PETRÓLEO Os EUA querem diminuir o poder da Rússia sobre a produção de petróleo e gás

Os EUA querem diminuir o poder da Rússia sobre a produção de petróleo e gás

O governo dos EUA disse que quer "diminuir" o poder de petróleo e gás da Rússia como um dos maiores produtores do mundo, suspendendo as exportações de equipamentos necessários para apoiar sua indústria de petróleo e gás.

by Petrosolgas

“Os Estados Unidos e nossos aliados e parceiros não têm interesse estratégico em reduzir o fornecimento global de energia – é por isso que cortamos os pagamentos de energia por causa de nossas sanções financeiras”, diz o Boletim de Política da Casa Branca sobre a Rússia.

“Mas, nós, nossos aliados e parceiros, temos um profundo interesse em degradar o status da Rússia como um grande fornecedor de energia ao longo do tempo. Essas ações ajudarão a atingir esse objetivo enquanto protegem os consumidores americanos”.

O anúncio segue uma decisão de impor “controles de exportação” na exportação de equipamentos e tecnologia para produção de petróleo e gás, visando prejudicar o segmento upstream e downstream da indústria petrolífera russa.

A Bloomberg observou em uma reportagem que tais sanções provavelmente forçarão mais empresas a deixar a Rússia, especialmente grandes empresas de serviços de campos petrolíferos, incluindo Halliburton, Schlumberger e Baker Hughes, pois são fornecedores de tal tecnologia e equipamentos para a indústria petrolífera russa.

Como a ficha informativa menciona que a “degradação” continua ao longo do tempo, isso sugere que os EUA e seus aliados procurarão fontes alternativas de energia nesse meio tempo. A Europa já está em alerta máximo, tentando encontrar um substituto para o petróleo e o gás natural russos. Até a Agência Internacional de Energia se juntou ao esforço, planejando lançar um plano de 10 passos para fazer exatamente isso.

A União Europeia, por sua vez, já anunciou os passos a serem dados em sua busca pela independência energética da Rússia. Isso inclui “maior diálogo com parceiros de gás natural, incluindo conversas com grandes compradores como Japão, Coréia do Sul, Índia e China, ‘para evitar práticas de mercado conflitantes no futuro’ e ‘Movimento para a adoção do gás natural'”. “Reservas mínimas dos governos nacionais para garantir uma taxa média de ocupação de armazenamento da UE de pelo menos 80% até 30 de setembro”.

Veja também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais