Home NOTÍCIAS MODEC entrega um dos maiores e mais modernos FPSO’s do mundo que entrará em operação no Brasil

MODEC entrega um dos maiores e mais modernos FPSO’s do mundo que entrará em operação no Brasil

Um dos maiores Navios FPSO de produção de petróleo e gás que estava sendo construído na China acaba de ser finalizado para MODEC, confira os detalhes.

by Valdemar Medeiros
Um dos maiores Navios FPSO de produção de petróleo e gás que estava sendo construído na China acaba de ser finalizado para MODEC, confira os detalhes.

O FPSO Almirante Barroso MV32, um dos maiores projetos de FPSO do mundo, foi concluído e entregue em Dalian, província de Liaoning, nordeste da China. A embarcação foi o 11.º projeto FPSO adaptado pela COSCO Shipping Heavy Industry (Dalian)  para a empresa japonesa MODEC Inc, fornecedora e operadora global de plataformas flutuantes offshore.

Novo navio FPSO da MODEC aumenta competitividade entre as grandes petroleiras

A China COSCO Shipping Corp é uma das maiores empresas de transporte de contêineres do mundo. A entrega aumentou ainda mais a competitividade central dos equipamentos de engenharia naval de ponta da China.

A embarcação foi modificada a partir de um transportador de petróleo muito grande (VLCC) de 332 metros de comprimento, 58 metros de largura e 31 metros de profundidade.

Capacidade de produção do novo FPSO da MODEC

É também um dos maiores projetos de FPSO do mundo a ser colocado em operação, com profundidade de 1.900 metros, capacidade de armazenamento de 1,4 milhão de barris e capacidade de processamento de 150.000 barris de petróleo bruto e 212 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia.

Também pode produzir 240 mil barris de injeção de água por dia e, eventualmente, operará no campo de petróleo do pré-sal de Búzios, no Brasil.

O projeto FPSO integrou várias funções, incluindo processamento de produção, armazenamento e descarga, alojamento de pessoal e comando de produção. Ele pode operar continuamente no campo de petróleo offshore por 28 anos sem ancoragem e manutenção, e é conhecido como “uma planta gigante de processamento de petróleo offshore”, destaca o especialista da MODEC.

Tecnologia de última geração

A sala de controle foi projetada e construída de acordo com os mais altos padrões técnicos do Brasil, e pode acomodar 160 pessoas por vez com um padrão de vida próximo a um hotel cinco estrelas.

Nos primeiros cinco meses de 2022, a China importou um total de 217 milhões de toneladas de petróleo bruto, uma queda de 1,7% em relação ao mesmo período de 2021, enquanto o preço por tonelada superou 4.463 yuans, ou um aumento de 55,6%, segundo dados da alfândega chinesa.

Este é o 15º FPSO/FSO que a MODEC fornecerá no Brasil, bem como o 8º FPSO da MODEC no “pré-sal” seguindo o FPSO Cidade de Angra dos Reis MV22, o FPSO Cidade de Sâo Paulo MV23, o FPSO Cidade de Mangaratiba MV24, FPSO Cidade de Itaguaí MV26, FPSO Cidade de Caraguatatuba MV27, bem como nossas duas últimas unidades, FPSO Carioca MV30 e FPSO Guanabara MV31, atualmente em construção.

FPSO Almirante Barroso MV32

Este será o 5.º FPSO implantado no campo de Búzios, porém é a primeira unidade de produção afretada para a região. Búzios é um dos campos offshore de petróleo e gás no Brasil que faz parte do contrato de Cessão de Direitos assinado em 2010. O campo de Búzios é 100% operado pela Petrobras e está situado a 180 km da costa do Rio de Janeiro, na gigante região do “pré-sal” da Bacia de Santos, Brasil, em lâmina d’água de aproximadamente 1.900 m.

A MODEC é responsável pela engenharia, aquisição, construção, afretamento de mobilização e operações do FPSO, incluindo equipamentos de processamento de topsides, bem como sistemas de casco e marítimos. A SOFEC, Inc., uma empresa do grupo MODEC, projetará e fornecerá o sistema de ancoragem espalhada para a unidade flutuante.

Veja também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais