Home INDÚSTRIA IFC investe US$ 50 milhões em novo projeto de para expandir produção de etanol na Usina Santa Adélia

IFC investe US$ 50 milhões em novo projeto de para expandir produção de etanol na Usina Santa Adélia

IFC anuncia investimento de mais de R$ 250 milhões para expandir produção de etanol no mercado brasileiro

by Valdemar Medeiros
IFC investe US$ 50 milhões em novo projeto de para expandir produção de etanol no Brasil

A International Finance, membro do Grupo Banco Mundial, está apoiando um novo projeto para fortalecer o mercado de energia limpa e renovável no Brasil. O pacote de financiamento de US$ 50 milhões para a Usina Santa Adélia expandirá a produção de etanol da empresa e apoiará a renovação dos canaviais, utilizando técnicas agrícolas inovadoras e inteligentes para mitigar os riscos climáticos.

Usina Santa Adélia será reestruturada para expandir produção de etanol

O pacote de financiamento consiste em US$ 30 milhões da conta própria da IFC e até US$ 20 milhões mobilizados do Rabobank. O empréstimo do IFC apoiará o programa de investimentos da Usina Santa Adélia, que inclui a renovação de 24.100 hectares de canaviais existentes utilizando técnicas agrícolas inteligentes em termos climáticos, incluindo o uso do sistema de meiose.

A empresa também planeja usar imagens de satélite e drones para rastrear informações meteorológicas e impactos no desenvolvimento da cana-de-açúcar para melhor adaptar o planejamento agrícola da cana.

O programa conta com a implantação de sistemas eficientes de irrigação por pivô e gotejamento, contribuindo para aumentar a produtividade e aumentar a resiliência climática do setor.

IFC pretende instalar sistema para reduzir água no processo de produção

Como parte do projeto, o IFC também auxiliará a Usina Santa Adélia na implementação de estratégias de mitigação e adaptação climática para melhorar a eficiência operacional da empresa, reduzindo o consumo de água e apoiando a geração de energia renovável a partir do bagaço da cana-de-açúcar e produção de bioetanol.

“A IFC está bem posicionada para apoiar o Brasil na implementação de suas metas de proteção ambiental e na promoção de investimentos em energia renovável e eficiência energética. Estamos apoiando a Usina Santa Adélia, player competitivo em um setor chave da economia brasileira, para fortalecer a diversificação do país no matriz energética”, afirma Carlos Leiria Pinto, Country Manager da IFC no Brasil.

O outro aporte da IFC é um empréstimo de US$ 40 milhões para a Ser Educacional. Afetado pela pandemia, o grupo com sede em Recife (PE) pretende utilizar o dinheiro para contornar os impactos da covid-19, que afetou a vida de seus mais de 218 mil estudantes em todo o país. Assim, deve usar os recursos para melhorias em suas plataformas digitais e o desenvolvimento de novos produtos.

“O Rabobank tem muito orgulho de fazer parte de investimentos significativos. A operação realizada em parceria com o IFC para a Usina Santa Adélia reforça nosso papel como empresa do agronegócio que busca oferecer soluções customizadas para os clientes”, comenta Fabiana Alves, Head do Rabobank Brasil Corporate Clientes.

Brasil sobe no Ranking de países com menos emissões de CO2

De acordo com o Global Carbon Atlas, o Brasil ficou em décimo segundo lugar no mundo em emissões de gases de efeito estufa (GEE) em 2020, com uma participação global de 1,3%. Em 2015, o Brasil assinou o Acordo de Paris e se comprometeu com uma redução de 37% nas emissões de GEE até 2025 e uma redução de 43% até 2030.

O país também se comprometeu a aumentar a participação de biocombustíveis sustentáveis ​​na matriz energética brasileira para aproximadamente 18% até 2030, ampliando o consumo de biocombustíveis e a oferta de etanol. Este é o primeiro financiamento da IFC para a Usina Santa Adélia, fortalecendo suas parcerias no setor sucroalcooleiro e de energia renovável e agregando valor ao compartilhamento de conhecimento.

Veja também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais